segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

2012 - Um ano difícil - cumprido!


2012 está acabando.

Eu o defino assim: UM ANO DIFÍCIL, para todos.
Mas até o mal sempre termina: é a fatalidade da vida humana neste mundo e nosso limite, mas também nossa maior virtude. Não temos de conviver indefinidamente com aquilo que não deu certo - podemos recomeçar.

Fico feliz de terminar com vocês este ano. De estar aqui, em casa, com minha família imperfeita, com meus amigos imperfeitos, neste mundo imperfeito, numa Igreja que luta pela conversão de cada dia em uma paróquia de um povo corajoso e feliz, mesmo com "ventos fortes em contrário".

Mania de teimosia é o que nos faz viver! E viver bem além dos limites do passado, lançando-nos para um futuro proporcionado pela esperança. Hoje as lágrimas não devem ser de tristeza, mas de alegria por termos sobrevivido, resistido e podermos contemplar o resultado de tanto trabalho.

Há muitos amigos para agradecer. 
Prefiro resumi-los no Coração de Jesus, pois os dedico ao Coração de Jesus e de Maria. 
Louvo a Deus por cada coração...
...que bate hoje mais feliz que ontem, com menos dor, mais aliviado e com esperança.

Creio que não estamos aqui para mudar o mundo completamente, mas para tornar a vida do nosso semelhante o melhor possível, no melhor dia possível. Muitos ainda nos quatro cantos do mundo não entenderam esta Missão sobre-humana. Digo sobre-humana, porque não basta boa vontade para amar desinteressadamente. É necessário mais. É necessária a graça de Deus na nossa vida!

Por isso, louvo hoje com você e com todos os amigos, Aquele que é, que vem e sempre será! Àquele que não está dominado pelo tempo e pelas eras do mundo. Aquele que não fica para trás, pois é sempre hoje e hoje para sempre e pelos séculos!

Glória à Trindade e ao seu Eterno amor pela humanidade...
...e paz aos homens herdeiros da benevolência divina!

Mais Feliz 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário