terça-feira, 7 de abril de 2015

Cronologia dos Acontecimentos Históricos do Cristianismo, segundo História breve do cristianismo, de José Orlandis

Ano 0
[ou aproximadamente 7-5 a.C.]
Nascimento de Jesus Cristo.

Século I.
14. Monte de Augusto.
14-37. Tibério, imperador.
30, Abril. Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo.
34-36. Conversão de São Paulo.
34-36. Martírio do diácono Santo Estevão.
44. Martírio do Apóstolo Tiago, o Maior.
49. Concílio de Jerusalém.
54-68. Nero Imperador.
58. Prisão de São Paulo em Jerusalém.
58-60. São Paulo, preso em Cesaréia de Felipe.
61-63. São Paulo, preso em Roma e libertado.
63-67. Provável viagem apostólica de São Paulo à Espanha (atual).
64. Incêndio de Roma, perseguição dos cristãos e provável martírio de São Pedro.
66-67. Segundo processo e martírio de São Paulo, em Roma.
70. Cerco e tomada de Jerusalém por Tito.
95. Perseguição de Dioclesiano; São João, desterrado na ilha de Patmos, escreve o Apocalipse.
98-100. São João, o último dos Apóstolos, morre em Éfeso.

Século II.
98-117. Trajano, imperador.
110 (?). Martírio de Santo Inácio de Antioquia.
117-138. Adriano, imperador.
140. Início da crise do "Gnosticismo" cristão.
138-161. Antonino Pio, imperador.
155. Martírio de São Policarpo, discípulo de João.
161-180. Marco Aurélio, imperador.
180 (?). Fundação da Escola catequética de Alexandria.
185. O tratado "Contra as heresias" de Santo Irineu.
193-211. Septímio Severo, imperador.
197. O "Apologético", de Tertuliano.

Século III.
203. Orígenes começa a dirigir a Escola de Alexandria.
212. Caracala concede a cidadania romana a todos os habitantes do Império, com excessão dos "dedictícios".
222-235. Alexandre Severo, imperador.
232. Orígenes, expulso de Alexandria, funda a escola de Cesareia na Palestina.
235-270. O período da "Anarquia militar" no império romano.
250. Perseguição de Décio: os lapsi.
257-259. Perseguição de Valeriano: martírio do papa Sixto II e do diácono Lourenço em Roma, dos bispos Cipriano de Cartago e Frutuoso de Tarragona.
285-305. Dioclesiano, imperador: a "Tetrarquia".

Século IV.
304-305. A grande perseguição de Dioclesiano.
307-337. Constantino, imperador (soberano único desde 323).
311. Édito de Tolerância dos cristãos, de Galério.
313. "Édito de Milão", de liberdade religiosa.
325. O concílio I de Nicéia, 1º dos ecumênicos, condena o "arianismo".
328-373. Santo Atanásio, bispo de Alexandria.
330. Constantinopla, nova capital do Império.
337-378. Imperadores pró-arianos, sucessores de Constantino.
378-395. Teodósio, imperador.
380. O Cristianismo, religião do império.
380-400. Conversão dos visigodos e outros povos germânicos ao arianismo.
381. Concílio I de Constantinopla, 2º dos ecumênicos.
395. Arcádio e Honório, imperadores: divisão do Império em Império do Oriente e Império do Ocidente.
397. Morte de Santo Ambrósio, bispo de Milão.

Século V.
406. Os bárbaros atravessam o Reno e invadem as Gálias.
413-426. Santo Agostinho escreve a "Cidade de Deus".
418-507. Reino Visigodo de Tolosa nas Gálias.
419. Morte de São Jerônimo em Belém.
430. Morte de Santo Agostinho em Hipona.
431-454. Reino vândalo da África do Norte.
431. Concílio de Éfeso, 3º Ecumênico: definição da Maternidade divina de Maria e condenação de Nestório.
440-461. Pontificado de São Leão I, o Magno.
451. Concílio de Calcedônia, 4º Ecumênico: definição das duas naturezas de Cristo e condenação do "Monofisismo".
461. Morte de São Patrício: a Irlanda, cristã.
489-553. O reino ostrogodo da Itália.
500 (?). Batismo de Clodoveu e conversão dos francos ao Catolicismo.

Século VI.
507. Vitória dos Francos sobre os visigodos: fim do Reino de Tolosa.
507-711. Reino visigodo na Península Ibérica.
527-565. Justiniano, imperador do Oriente.
547. Morte de São Bento.
553. Concílio II de Constantinopla, 5º Ecumênico: condenação dos "Três Capítulos".
560-570. Conversão ao Catolicismo do Reino Suevo da Galécia: São Martinho de Dume.
568-774. O reino lombardo da Itália.
589. Concílio III de Toledo: conversão dos visigodos ao Catolicismo.
590-604. Pontíficado de São Gregório Magno.
597. Início da cristianização da Inglaterra anglo-saxônica.

Século VII.
610-641. Heráclio, imperador do Oriente.
622. A "Hégira", início da Era islâmica.
632. Morte de Maomé.
633-702. Os concílios toledanos, do IV ao XVIII.
636. Morte de Santo Isidoro de Sevilha.
638. Jerusalém em poder dos árabes.
642. Os árabes conquistam Alexandria.
680-681. Concílio III de Constantinopla, 6º Ecumênico: doutrina das duas Vontades em Cristo e condenação do "Monotelismo".
698. Cartago, conquistada pelos árabes.

Século VIII.
711. Conquista da Península Ibérica pelos árabes; destruição do Reino visigodo.
717-718. Leão III Isáurico repele o cerco dos árabes a Constantinopla e salva o Império bizantino.
726-780. Primeiro período da Iconoclastia.
732-733 (?). Vitória de Carlos Martel sobre os árabes em Poitiers.
751. Início da Monarquia carolíngia em França.
752-757. Nascimento dos Estados da Igreja.
754. Martírio de São Bonifácio, apóstolo da Germânia.
768-814. Reinado de Carlos Magno.
774. Desaparecimento do Reino lombardo da Itália.
787. Concílio II de Nicéia, 7º Ecumênico: doutrina sobre o culto às Sagradas Imagens.
800. Coroação imperial de Carlos Magno em Roma.

Século IX.
813-843. Segundo período iconoclasta.
814-840. Reinado de Ludovico Pio.
840-877. Reinado de Carlos o Calvo.
843. Tratado de Verdun: divisão do Império carolíngio.
847-886. Os patriarcas Inácio e Fócio sucedem-se por duas vezes, alternadamente, na Sé de Constantinopla.
858-867. Pontificado de Nicolau I.
863-885. Ação missionária dos santos Cirilo (+869) e Metódio.
864. Batismo do príncipe Boris e "questão dos búlgaros".
869-870. Concílio IV de Constantinopla, 8º Ecumênico.
891-896. O papa Formoso: começa o "Século de Ferro" do Pontificado.

Século X.
904-954. Domínio de Roma pela família de Teofilacto.
909. Fundação do mosteiro de Cluny.
929. Martírio de São Wenceslau, duque da Boêmia.
936-973. Otão I, rei da Alemanha.
962. Coroação de Otão I pelo papa João XII: restauração do Império cristão do Ocidente.
966. Batismo do duque Mieszko e conversão da Polônia.
985. Batismo de Geisa, duque dos húngaros.
987. Batismo do príncipe Vladimiro e cristinização da Rússia.
1000. Santo Estevão, rei da Hungria.

Século XI.
1003. Morte do Imperador Otão III: novo período do "Século de Ferro" do Pontificado.
1039-1056. Henrique III, imperador alemão, coloca eleições pontifícias sob seu controle.
1046-1061. Os papas germânicos, percursores da reforma gregoriana.
1054. Miguel Cerulário, patriarca de Constantinopla: começa o Cisma do Oriente.
1056-1106. Henrique  IV, imperador alemão.
1073-1085. Pontificado de São Gregório VII, que dá o nome à reforma gregoriana.
1075. Inicia-se o conflito das investiduras.
1085. Reconquista de Toledo por Afonso VI.
1095. Urbano II prega em Clermont a primeira Cruzada.
1099. Os cruzados tomam Jerusalém.

Século XII.
1115-1153. São Bernardo, abade de Claraval.
1119. Fundação dos Templários.
1122. Os Hospitalários transformam-se em Ordem Militar.
1122. Concordata de Worms: fim do conflito das investiduras.
1123. Concílio I de Latrão, 9º Ecumênico.
1139. Concílio II de Latrão, 10º Ecumênico.
1142 (?). "Decreto de Graciano".
1152-1190. Frederico Barbarroxa, imperador.
1159-1181. Pontificado de Alexandre III.
1159 (?). As "Sentenças" de Pedro Lombardo.
1179. Concílio III de Latrão, 11º Ecumênico.
1187. Jerusalém caiu outra vez em poder do Islã.
1198-1216. Pontificado de Inocêncio III.

Século XIII.
1204. Quarta Cruzada: tomada de Constantinopla e criação do Império Latino.
1208-1213. Cruzada contra os albigenses.
1212. Vitória cristã em Navas de Tolosa.
1213-1276. Jaime I de Aragão.
1215. Concílio IV de Latrão, 12º Ecumênico.
1215. Inocêncio III erige a Universidade de Paris.
1216. Honório III aprova a Ordem dos Pregadores (Dominicanos).
1217-1252. Reinado de Fernando III, o Santo.
1223. Aprovação Solene da Ordem Fransciscana por Honório III.
1226. Morte de São Francisco de Assis.
1226-1270. São Luís, rei de França.
1229. Frederico II Hohenstaufen (1218-1250) recupera Jerusalém.
1234. "Decretais" de Gregório IX.
1244. Perda definitiva de Jerusalém.
1245. Concílio I de Lião, 13º Ecumênico.
1261. Fim do Império Latino de Constantinopla.
1266-1273. Santo Tomás de Aquino escreve a "Suma Teológica".
1274. Concílio II de Lião, 14º Ecumênico.
1285-1314. Felipe o Belo, rei de França.
1294-1303. Pontificado de Bonifácio VIII.

Século XIV.
1309. Os papas instalam-se em Avinhão.
1311-1312. Concílio de Viena, 15º Ecumênico: supressão dos Templários.
1324. Marsílio de Pádua publica o "Defensor pacis".
1348. A 'peste negra'.
1349. Morte de Guilherme de Ockham.
1377. O papa Gregório XI regressa de Avinhão a Roma.
1378-1417. Cisma do Ocidente: A Cristandade dividida em duas obediências.
1382. Condenação de Wiclef.

Século XV.
1409. Concílio de Pisa: eleição de um terceiro papa.
1414-1418. Concílio de Constança, 16º Ecumênico.
1415. Morte de João Huss.
1417. Fim do Cisma do Ocidente: Martinho V, único papa.
1431-1442. Concílio de Basiléia-Ferrara-Florença, 17º Ecumênico.
1439. União dos gregos à Igreja universal no Concílio de Florença.
1450 (?). Invenção da imprensa.
1453. Constantinopla cai em poder dos turcos: fim do Império cristão do Oriente.
1474-1516. Reinado dos Reis Católicos, Fernando e Isabel (+1504).
1492. Fim da Reconquista da Península Ibérica e descobrimento da América.

Século XVI.
1509-1547. Henrique VIII, rei da Inglaterra.
1512-1517. Concílio V de Latrão, 18º Ecumênico.
1515-1547. Francisco I, rei de França.
1518-1556. Carlos I de Espanha e (desde 1519) V de Alemanha.
1517. Começo da revolta luterana.
1520. Excomunhão de Lutero.
1524. Fundação dos Teatinos.
1530. "Confissão de Augsburgo", redigida por Melanchton.
1533. Cisma da Inglaterra.
1536. Morte de Erasmo de Roterdã.
1537. Fundação da Companhia de Jesus - Jesuítas.
1538. Fundação da Universidade de São Domingos, a primeira do Novo Mundo.
1541-1564. Governo teocrático de Calvino em Genebra.
1545-1563. Concílio de Trento, 19º Ecumênico.
1546. Morte de Lutero.
1555. A Paz de Augsburgo sanciona a divisão religiosa da Alemanha.
1556-1598. Filipe II, rei de Espanha.
1558-1603. Isabel II consolida a Reforma na Inglaterra.
1562-1598. Guerras de religião em França.
1566-1572. Pontificado de São Pio V.
1571. Batalha de Lepanto.
1582. Morte de Santa Tereza de Jesus.
1595. Morte de São Filipe Neri.
1598. Henrique IV de França outorga o Édito de Nantes, estatuto de tolerância com garantias para os huguenotes.

Século XVII.
1618-1648. Guerra dos Trinta Anos.
1620. Os puritanos do "Mayflower", na América.
1621-1665. Filipe IV, rei de Espanha.
1624-1642. Governo de Richelieu em França.
1632-1633. Processo de Galileu.
1643-1715. Luis XIV, rei de França.
1648. Os tratados de Westfália consagram a cisão religiosa européia.
1649-1658. Governo de Cromwell na Inglaterra.
1653-1713. A crise do Jansenismo, desde a condenação das "Cinco proposições" à bula "Unigenitus".
1660-1688. Restauração dos Stuarts na Inglaterra: Carlos II e Jaime II.
1682. O "Glaicanismo": os quatro "Artigos orgânicos".
1682-1725. Pedro o Grande, czar da Rússia.
1683. João Sobieski, rei da Polônia, derrota os turcos e salva Viena.
1685. Revogação do Édito de Nantes.
1688. "Revolução Gloriosa": Guilherme de Orange, rei da Inglaterra.

Século XVIII.
1700-1714. Guerra da Sucessão de Espanha. Com Filipe V (1700-1746) começa a reinar em Espanha a Casa de Bourbon.
1715-1774. Luís XV, rei de França.
1738. O Papa Clemente XII condena a Maçonaria.
1740-1758. Potificado de Bento XIV.
1740-1780. Maria Tereza, imperatriz da Áustria.
1740-1786. Frederico II, rei da Prússia.
1751-1772. Publicação da "Enciclopédia".
1762-1796. Catarina II, imperatriz da Rússia.
1765-1790. José II da Áustria: o "Josefino".
1772-1795. As divisões da Polônia.
1773. O papa Clemente XIV suprime a Companhia de Jesus.
1776. Declaração de Independência dos Estados Unidos da América.
1778. Morte de Voltaire e Rousseau.
1781. Kant publica a "Crítica da razão pura".
1786. O "Regalismo": Sínodo de Pistóia.
1789. Começa a Revolução Francesa.
1790. "Constituição civil do clero".
1792-1794. Abolição da Monarquia. Execução de Luís XVI. O Terror.
1799. O papa Pio VI (1175-1799) morre prisioneiro na França.
1800-1823. Pontificado de Pio VII.
1800-1804. Napoleão, primeiro cônsul.

Século XIX.
1801. Concordata entre a Santa Sé e a França.
1804-1815. O Império napoleônico.
1810-1825. Independência da América Espanhola continental.
1814-1815. O Congresso de Viena e a Santa Aliança.
1814-1833. Fernando VII, rei da Espanha.
1814-1830. Restauração bourbônica em Espanha.
1830. Revolução de Julho. Luís Filipe, rei de França (1830-1848); a Bélgica torna-se independente da Holanda.
1831-1846. Pontificado de Gregório XVI.
1832. Encíclica "Mirari vos" contra o Liberalismo.
1833-1868. Isabel II de Espanha.
1836-1901. Vitória I de Inglaterra.
1845. O "Movimento de Oxford": conversão de Newman ao Catolicismo.
1846-1878. Pontificado de Pio IX.
1848. A Revolução de 1848. A República romana e o exílio de Pio IX. Karl Marx publica o "Manifesto Comunista".
1848-1916. Francisco José I, imperador da Áustria-Hungria.
1852-1870. Segundo Império francês: Napoleão III.
1856. Fundação dos Salesianos por São João Bosco.
1864. O "Syllabus".
1869-1870. Concílio Vaticano I, 20º Ecumênico: definição da infalibilidade pontifícia.
1870. Roma, capital do novo Reino da Itália. Desaparecimento dos Estados Pontifícios.
1870-1871. Guerra franco-prussiana: o novo Império alemão.
1871-1879. A "Kulturkampf" na Alemanha.
1875. Restauração dos Bourbons em Espanha: Afonso XII (1875-1885).
1878-1903. Pontificado de Leão XIII.
1880. As "leis laicas" em França.
1883. Morte de Karl Marx.
1886-1931. Afonso XIII, rei de Espanha.
1888-1918. Guilherme II imperador da Alemanhã.
1891. Encíclica "Rerum Novarum", sobre a questão social.

Século XX.
1903-1914. Pontificado de São Pio X.
1903-1907. O "modernismo" e a sua condenação.
1904-1905. Corte das relações da França com a Santa Sé e separação da Igreja e do Estado.
1914-1918. Primeira Guerra Mundial.
1914-1922. Pontificado de Bento XV.
1917. Revolução Russa: Lenine.
1919. Tratado de Versalhes: novo mapa da Europa.
1922-1939. Pontificado de Pio XI.
1922-1945. O Facismo na Itália: Mussolini.
1928. Fundação do "Opus Dei".
1929. Os "Pactos Lateranenses" põem fim à "questão romana".
1931-1936. A Segunda República em Espanha.
1933-1945. O Nacional-Socialismo na Alemanha: Hitler.
1936-1939. A guerra civil espanhola.
1936-1975. Francisco Franco, chefe do Estado espanhol.
1937. Encílicas condenatórias do Nacional-Socialismo racista e do Comunismo ateu.
1939-1945. Segunda Guerra Mundial: derrota do Facismo e sucessiva divisão em dois grandes campos - as Democracias ocidentais e o Bloco socialista.
1939-1958. Pontificado de Pio XII.
1949. A República Popular da China.
1958-1963. Pontificado de São João XXIII.
1960. Apogeu do processo de descolonização da África.
1962-1965. Concílio Vaticano II, 21º Ecumênico.
1963-1978. Pontificado do Beato Paulo VI.
1975. João Carlos I, rei de Espanha.
1978. Pontificado de João Paulo I (06/08 até 29/09).
1978 (16/10). Pontificado de São João Paulo II.

Nenhum comentário:

Postar um comentário