domingo, 25 de maio de 2014

#PEDRO volta à sua pátria para confirmar a fé dos irmãos


REFLEXÃO:
#PEDRO volta à sua pátria para confirmar a fé dos irmãos.


. Não é novidade alguma a viagem do #PapaFrancisco à Terra Santa que sucede neste dias. O Papa exerce na Igreja aquele mesmo ministério que Jesus impôs à Pedro no início do cristianismo: o de tornar-se pescador de homens e o de ser o confirmador da fé dos irmãos.
. Devido à missão de levar o Evangelho aos confins da terra, Pedro saiu da Galiléia, como dos arredores de Jerusalém e arremeteu-se na direção da sede do império pagão romano. Lá encontrou o martírio e testemunhou sua fé em Jesus, amando-o e aos seus até o fim, entregando sua vida na colina do Vaticano, onde repousam seus ossos até nossos dias, o sob os quais está construída à Basílica que leva seu nome. Hoje, nestes dias santos, Pedro volta à Terra Santa, às imediações de sua pátria original na missão apostólica do Papa Francisco. Um dia, ele saiu daquela região para o mundo. Hoje, volta para buscar o coração daqueles que eram seus desde os inícios da fé.
. Muitos buscaram empreender viagens à Terra Santa por motivações diversas. Nos tempos antigos fora uma rota comercial cobiçada pelos grandes impérios. Depois, o mundo cristão enxergou sua reconquista como uma meta de evangelização pela imposição da guerra santa das cruzadas. Seu território, hoje, está completamente dividido entre as três grandes religiões monoteístas do planeta: cristianismo, islamismo e judaísmo. A unidade é uma prece à sobrevivência e à manutenção da vida em sociedade no mundo atual. 
. Pedro volta, pois, a sua terra natal para confirmar a fé dos seus irmãos, e dos primeiros irmãos do cristianismo, pelo obséquio da caridade. Esta unidade pelo vínculo da caridade parece ser o único caminho para a paz verdadeira, num mundo marcado pela busca de estruturas infrutíferas de paz.


Rezemos pelo sucesso da missão de #FRANCISCO, não diferente, nem menor, que a missão de #PEDRO nas origens do cristianismo. O inimigo continua sendo o mesmo: o desamor, a hipocrisia e o fundamentalismo que sustentam e legalizam a violência que mata em benefício próprio. Deus ratifique suas palavras pelas obras e milagres, curas e sinais. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário