quarta-feira, 19 de junho de 2013

ORAÇÃO


ORAÇÃO


DEUS BENDITO E SANTO,
Pai de Nosso Senhor Jesus Rei do Universo e Senhor das Misericórdias,
Pai do qual procede toda paternidade e toda filiação no Céu e na Terra,
Fonte e Cume de toda Autoridade e Domínio.

Coloco-me eu... sob a Vossa Sapientíssima Autoridade e Domínio,
em Nome de Jesus, vosso Amado Filho Unigênito.
Eu, ingrata criatura vossa.
Eu, miserável pecador. Indigno do dom da vossa divina e espiritual filiação.
Lava-me com o Sangue Bendito e Precioso de Jesus.
Faz sucumbir toda autoridade, laço e domínios que encarceram minha vida no pecado e na morte. Destrói toda amarra humana fruto do meu egoísmo e das desordens do meu corações que eu mesmo não busquei conter ou repreender. Destrói toda amarra do inimigo infernal e seus demônios contra minha vida e contra a obra que tens em Vosso Sapientíssimo Coração Sagrado para minha vida, família e companheiros de vida e ministério.

Se Tu mesmo, Deus Altíssimo e Senhor de Misericórdia, o mesmo hoje que no passado fez o vosso povo passar de pé enxuto para a liberdade no deserto. Chamou-o Israel, vosso servo e vosso povo. Consagrou-o pela verdade e pela fidelidade de vosso coração. Dai-me, a mim, hoje a liberdade que tanto desejo e preciso para fazer a vossa vontade e seguir o Caminho do Evangelho de vosso Filho Jesus Cristo, meu Senhor e Rei.

Derrama sobre mim, Tu que és a Fonte da Plenitude da Graça, o dom perenal do vosso Espírito Santo, que de Vós e de Vosso Filho procedem para a vitalidade da Igreja. Ele que pairava sobre as águas, que pousou como Sombra do Altíssimo sobre Maria e ventre bendito, que veio sob a forma de pomba sob Jesus no início de seu ministério, que fecundou com labaredas de fogo incandescente não as pedras nas mãos de Moisés, mas no presente da vida da Igreja, o coração dos fiéis reunidos em Cenáculo para impregnar toda carne de vosso poder e autoridade.

Debaixo da glória poderosa de meu Santo Batismo, recebido da autoridade que confiaste à Igreja Una, Santa, Católica e Apostólica de fazer de todos os povos discípulos vossos, ensinando-os a conhecer e a amar a Vossa Palavra e os Vossos Mandamentos que levaram vosso Filho Santíssimo à Cruz em nosso lugar. Bem como, sob a glória inescusável da dignidade cristã recebida pelo Santo Crisma, no qual fui selado para a eternidade com Cristo, com o selo dos combatentes de Deus, os lutadores da Verdade e os vencedores que seguem o Cordeiro bendito que tira o pecado do mundo.

Sob o fulgor invisível do Santíssimo Sacramento, tantas vezes recebido pelos meus lábios indignos e incrédulos, que sob as espécies sacramentais sustenta em mantem o mundo inteiro neste caminho de peregrinação para a vida eterna.

Reclamo agora, não por meus méritos, mas por vossa Bondade e Misericórdia, sem as qual o mundo já teria sido destruído na primeira criação. Sede-nos propício:

- apagai nossos pecados;
- revesti-nos de vossa glória;
- enviai a nossa frente os Nove Coros dos Espíritos Bem-Aventurados, Vossos Anjos Gloriosos; queremos ouvir sua vós e contemplar os Vossos milagres;
- afugentai a fera dos canaviais e o touro e novilhos das nações pagãs que rugem contra nós tentando devorar-nos; que seja como a palha ao sabor do fogo que lhes devora; que seja o seu caminho tenebroso e escorregadio e que voltem para trás envergonhados ao contemplarem AQUELE QUE COMBATE E VENCE POR NÓS;
- repreendei o mal e semeai o bem em nossos corações; livrai-nos das maquinações daqueles que nos odeiam e defendei-nos daqueles que zombam de nós; silenciai suas pragas e toda atitude pagã que maldiz a Santa Fé que consagrastes em nossos corações.

Que no final deste dia sinta-mo-nos restaurados e fortalecidos.
Que os doentes fiquem saudáveis.
Que os caídos e acabrunhados sejam levantados.
Que este nosso povo disperso por toda Terra levante-se cumprindo a profecia de Ezequiel como um grande e numeroso exército de vitoriosos no Senhor a cantar a glória do Altíssimo.

Sejam benditos os que nos abençoam,
e amaldiçoados pela arrogância de seus próprios corações aqueles que maldizem vosso Santo Nosso, amaldiçoando os vossos filhos e filhas, Templos Vivos do Espírito Santo.

Finalmente,
faz desta terra brasileira, "Terra de Santa Cruz" desde suas origens,
solo santo e sacerdotal,
terra bendita de um povo de joelhos no chão,
a bombardear os céus com lágrimas e gemidos por todos os cristãos,
e por aqueles que testemunham a fé com suas vidas, como fizera Paulo, Pedro, Tiago, João, todos os vossos apóstolos e mártires de todos os tempos da vida da Igreja. Cuida de nosso Brasil para que não sucumba a interesses escusos e estranhos à fé cristã e católica, e ao direito à vida plena e abundante para todos, como ao bem comum.


Ouve, Senhor, o clamor de teus santos.
Na glória do céus, nos confins desta terra!

Nós, Vosso filhos e filhas, vós pedimos 
ó Pai, em Nome de Jesus, pelo poder do Espírito Santo. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário