terça-feira, 25 de junho de 2013

O Gigante Acordou, e Fala "Javaneis"?

PERGUNTAS
quem nem a DILMA explica...


- QUISERAM um país laico? Sim, ei-lo. E não é de mim ninguém, nem dos católicos, nem dos cristãos, nem da Dilma, menos do PT, nem de si mesmo!
- QUISERAM banir Deus dos discursos? Sim, ei-lo. E o grito de desespero de uma nação agonizante não consegue nem ser interpretado, pois seus idealistas tornaram-se ateus, ou incrédulos, e não são capazes de ler o coração, os sentimentos, onde habita Deus.
- AFIRMARAM sempre que "a voz do povo era a de deus"... Perfeito, agora, sem "deus" não conseguem entender o que o povo diz!
- COLOCARAM suas esperanças na política... que jaz corrupta!
Na economia... que jaz em crise! 
Na filosofia e na sociologia... que jazem sem olhar, sem perspectiva! 
No homem e na mulher... e ambos no poder, com suas limitações, embaçam ainda mais a visibilidade do futuro! 
No dinheiro... que não existe mais! 
No empregado... que começa a desaparecer! 
Na produção... que jaz estagnada! 
Na comida... que já não chega às mesas!

SERÁ que não tem nada de errado com este BRASIL LAICO!
- não estou dizendo que a religião dê todas as respostas, mas a Palavra de Deus nos dá suporte para dar conta da mais dura realidade humana: não somos onipotentes e não podemos dar conta de todos os aspectos da vida de todos os seres humanos do planeta sozinhos. Nem nós, nem ninguém. E temos que lidar com esta triste frustração.
- a Palavra de Deus também nos ajuda a nos manter unidos na busca de um ideal comum, fraterno e equitativo para todos! Para Deus, somos um povo que lhe pertence. E aqui podemos tentar viver assim como uma família, no mundo, nesta terra.
- a Palavra de Deus estabelece critérios e justifica-os segundo o bem comum.

Para muitos a religião aliena.
E o governo não está alienado? E a mídia não está alienando?


A questão mais importante é seguinte: em meio a esta "crise de instituições" que não dão conta de interpretar as "vozes do coração humano" e seu "grito de revolta", quem dá as melhores respostas, mesmo que provisórias?

Não fico sem minha fé. E sem meu Deus.
Antes com ela e com meu Deus, que sozinho no meio desta tempestade conduzido por "guias cegos" e "cães incapazes de latir", como nos recordam os profetas da Palavra de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário